Psicóloga - Na presença dos sentidos

Lá estávamos nós dois, em mais uma noite de bagunças, dessa vez Luiz queria brincar de zumbi, já que a casa estava respirando as preparações para a festa de  Halloween, na escolinha.

E então começamos a correria em nosso pequeno apê, que promove o meu esconderijo preferido nessas ocasiões de tensão: Atrás da porta…

Eu ouvia as risadas e gemidos dele enquanto ensaiava abrir a porta e apesar de saber exatamente o que iria encontrar…gritava e gritava, misturando seus gritos com risadas quando via que o perigo não era tão grande assim.

Pois assim são nossos medos, nos pregam peças, ficam sobrevoando nossa cabeça embora muitas vezes sabemos exatamente o que vamos encontrar “atrás da porta”.

Na segunda vez repeti a brincadeira e observei que agora, ele havia ido buscar alguns recursos, o primeiro deles: sua espada.

Mas o medo…

…ali estava ele fielmente, cumprindo seu papel: criando situações na cabecinha do…

Ver la entrada original 329 palabras más

Anuncios